Sobre

O nível de ensino em questão!

Os projetos educativos organizados para o Ensino Médio privilegiam os processos de elaboração de significados e de atribuição de sentido.

Para isso, as situações de ensino enfatizam a atividade mental dos alunos, orientando-os para o estabelecimento de relações e conexões entre os seus conhecimentos, as experiências prévias e os conteúdos de aprendizagem.

As propostas de trabalho educativo e instrucional adotam formas diversas, onsiderando-se a peculiar natureza social e cultural dos conteúdos escolares. Sempre são dinamizadas para apoiar e orientar a aprendizagem dos alunos, por isso propiciam momentos em que aprendem a confirmar ou a rever, (re)elaborando os entendimentos que trouxeram para a sala de aula.

Também são exploradas as situações nas quais o objeto de estudo é apresentado com base em diferentes perspectivas referenciais. Assim, um tratamento diferenciado é construído para explorar as informações conhecidas das não-conhecidas, permitindo que o professor adapte o desenvolvimento dos conteúdos às características dos alunos, do contexto educativo e à sua própria concepção de ensino.

É importante ressaltar que o conjunto de materiais elaborados para o Ensino Médio considera as necessidades formativas que um cidadão precisa para enfrentar as mudanças culturais presentes na vida social e nos perfis profissionais e de trabalho da contemporaneidade.

Da mesma forma, foram contemplados nestes materiais os aspectos que estabelecem os padrões exigidos para o acesso a níveis de Ensino Superior. Por meio do estabelecimento dos conteúdos curriculares das diferentes áreas, o SPE projeta processos de assimilação da cultura em que os alunos vivem, viabilizando o acesso às produções artísticas, científicas e técnicas, para que cada estudante possa compreender o sentido histórico dos saberes trabalhados e, também, para que possa ter acesso aos produtos culturais produzidos pela própria humanidade.

No Livro Integrado, o projeto de cada área apresenta traços que caracterizam uma cultura de aprendizagem. Eles consideram o fato de estarmos diante de uma sociedade da informação, portanto os alunos não necessitam somente de mais informações, mas precisam aprender a organizá-las, interpretá-las e dar-lhes sentido. Ainda, considera-se a multiplicidade da produção científica, surgindo a necessidade de apresentar a relatividade das teorias e a existência de diversas interpretações. São elas que nos impelem a aprender a construir um conceito próprio.

Sem dúvida, essas questões, presentes no conjunto de materiais deste nível de ensino, estimulam a necessidade de aprendizagem contínua e de desenvolvimento autônomo.

O Ensino Médio, no SPE, propõe desenvolver conhecimentos que sejam funcionais para os alunos, não apenas no contexto acadêmico, mas também em sua vida cotidiana. Para atingir essa finalidade educativa, utiliza-se dos conteúdos específicos de cada área, sob enfoques de intervenção educativa diferenciada.